Pimenteira IV - Tudo novo por aqui: site, malaguetxs, projetos e muito mais...



E não é que vocês (e outros coleguinhas por aí) não se sentem nem um pouco confortáveis com a ideia de um robô cuidando de bebês ou velhinhos?

Nos últimos trinta dias, entrevistamos mais de 70 pessoas sobre sua relação com robôs e o resultado da pesquisa, na íntegra, está aqui. Apesar de mais de 60% dos respondentes dizerem nunca ter usado um robô, mais de 50% não acreditam que um robô pode roubar seu emprego, ainda que esteja cheio de gente por aí que pensa o contrário.

Para os respondentes, papel de robô é no campo, no chão de fábrica, no espaço e cuidando de transportes ou logística e, ainda que mais de 70% achem que robôs podem ajudar em tarefas domésticas, mais de 65% evitaria usá-los em cuidados com crianças e idosos. Além disso, 43,48% evitariam usar robôs no exército ou polícia e quase 40% na segurança privada; o mesmo número que não usaria robôs em educação.

Como tivemos 63% dos respondentes interessados em saber mais sobre inteligência artificial e 56% em robôs, fica aqui uma promessa de um “We should know that” apenas sobre isso.

Não sabe o que é um WSKT? Dá uma olhada aqui.

Quem acompanha a Pimenteira sabe que, no mês passado, fizemos um workshop com a equipe de Tupperware Brands, sobre inovação e os próximos anos da empresa. A parceria deu match e, agora, vamos tocar também a nova plataforma de comunicação da marca. Aviso: nenhuma Tupperware será roubada durante esse projeto. Assim a gente espera.


Na semana do Orgulho LGBT, o We Love, nossa plataforma de conteúdo, convidou seus 90 colaboradores a falarem sobre o assunto. Durante uma semana esse foi o único assunto abordado pelo site. Ronaldo Gomes, que escreve todas as quintas, escreveu sobre como a mídia aborda a homosexualidade, enquanto Igor Amâncio – que também é nosso estagiário -, falou sobre rótulos.


Na segunda etapa do Mind UP de Roche, os desafios se renovaram na busca de um mindset cada vez mais colaborativo. Nessa rodada, recebemos convidados especiais em um painel sobre startups de saúde. Lívia Cunha, CEO da Dr. Cuco, comentou o desafio de cobrar por algo que não tem concorrência no mercado; enquanto Ricardo Moraes, da Memed, disse que, na sua empresa, a fórmula pra crescer é “errar pequeno e, se possível, rápido”. Já Guilherme Sakajiri, do app TagFit, comentou a importância de mudar hábitos para a prevenção de doenças.


Habemus url ativa! Depois de um período sem rastros na world wide web, voltamos ao ar com um site “bem lindo”, como diria nossa Renata Porto. Lá a gente explica um pouquinho de tudo o que fazemos, além das novidades nos cursos da Chapelaria (calma que a agenda do segundo semestre já sai!). Acesse: www.malaguetagroup.com.br.


E, já que estamos falando de novidades, nos últimos dias, a Tok&Stok fez mais uma parada por aqui trazendo mais mesas para o nosso loft. Tudo porque, agora, temos Luka Vasconcelos, nossa nova criativa, e os estagiários Fê Carillo, da ESPM, e Calebe Campos, da EAESP-FGV.